Você está aqui: Página Inicial Atas 2014 Março

Março

Procedimentos de avaliação.

Aos vinte e cinco dias do mês de março de dois mil e quatorze, reuniram-se na sala 420 do campus provisório os professores Maria do Socorro Fernandes de Carvalho (coordenadora), Sueli Salles Fidalgo (vice-coordenadora), Fernanda Miranda da Cruz, Paloma Vidal, Markus V. Lasch, Leila Aguiar, Sandro Luis da Silva, Francine Ricieri Fernandes, Álvaro Caretta, Renata Philippov, André Luiz da Silva. Ausentes justificados: Paulo Eduardo Ramos, Mirhiane Abreu, Leila Aguiar, Anderson Magalhães. Nessa reunião foram discutidos os seguintes assuntos: 1) A coordenadora e a vice-coordenadora da pós passaram os informes gerais: o processo de implantação está correndo de acordo com os preceitos legais. Um advogado da Unifesp leu o edital e afirmou que está correto. Elas informaram que o curso de História teve 150 inscritos e o de Pedagogia, 400. Lembraram que haverá possibilidade de novos credenciamentos de professores a partir de janeiro de 2015. A CEPG resolveu que essa informação será passada para o Colegiado na próxima reunião de Departamento a realizar-se no dia 26 de março. O prof. Markus lembrou que melhoraram os critérios para a avaliação e credenciamento, uma vez que a CAPES agora já aceita prefácios e apresentações como publicações. 2) Ordem do dia: a) planejamento e organização do processo de seleção: as decisões serão tomadas em conjunto do corpo docente do programa neste momento, conforme combinado em reunião anterior. Sobre o processo de seleção, o prof. Markus sugeriu que seja estabelecida a relação entre candidato e orientador; sugeriu 3 candidatos por orientador. A professora Renata sugeriu 5 em um primeiro momento para, posteriormente, ao final do processo seletivo, chegarmos a 3 para a entrevista. Essa proposta foi aceita pela maioria, inclusive pelo Prof. Markus, que retirou sua proposta inicial. B) discutiu-se o formulário e houve sugestão de alterações, inclusive em relação à opção da prova de língua estrangeira, incluindo-se, após a opção de apresentação de comprovante de proficiência, a possibilidade de o candidato dizer qual prova realizará no caso de seu comprovante de proficiência não ser aceito. O formulário de inscrição no mestrado foi modificado com aprovação da maioria. C) Votou-se também que cabe a cada uma das áreas de línguas estrangeiras as notas de corte das respectivas provas. D) Em relação à prova escrita, as coordenadoras afirmaram que haverá “duas leituras cegas”, ambas da área de concentração em que a prova foi prestada, ou seja, dois leitores sem que haja identificação do candidato na prova. Caso necessário, haverá uma terceira leitura cega ou uma leitura por uma das coordenadoras. Elas ratificaram a necessidade de sigilo em relação à prova escrita. Serão estipulados, posteriormente, os critérios para a correção. E) A fase da Entrevista será realizada por uma banca com os dois professores orientadores indicados pelo candidato e um professor do CEPG. F) A entrada dos alunos no curso de Mestrado em Letras será anual. Foi explicado que, nesse ano, a ocorrência da seleção semestral será uma exceção, tendo em vista o calendário triênio da CAPES; portanto devemos ter nova seleção para início das aulas em março de 2015. G) Foram estabelecidas as datas das novas reuniões – sempre às terças-feiras, às 10h, conforme o calendário a seguir: 22/4 - 20/5 - 18/6 (exceção) - 22/7 - 19/8 - 23/9 - 21/10 - 18/11 - 16/12 (exceção). H) O planejamento de oferta de disciplina será retomado em próxima reunião. I) Em relação à disciplina Fundamentos, presente em ambas as áreas, os professores enfatizaram que se trata de uma disciplina teórica, que poderá ocasionalmente ser planejada em conjunto entre mais de um professor. No entanto, é entendimento geral que essa disciplina não é obrigatoriamente para ser planejada e ofertada em conjunto. A área de Estudos Linguísticos decidirá sobre a melhor estratégia para o desenvolvimento dessa disciplina, tendo a mesma premissa de não obrigatoriedade de oferta em conjunto em mente. J) Discutiu-se também a questão da disciplina Metodologia da Pesquisa, cuja discussão será retomada. No entanto, ficou estabelecido em princípio que essa disciplina será ministrada pela Professora Sueli com um professor da área de Literatura, a ser escolhido. K) Levantou-se a possibilidade de realizarmos o “Simpósio de Estudos Linguísticos e Literários” no segundo semestre de 2014 como forma de melhor implementar as questões de metodologia – mais especificamente, para ser um espaço para os professores explicarem para os mestrandos os seus projetos de pesquisa. L) As coordenadoras repassaram as datas das etapas do processo seletivo para os inscritos neste primeiro ingresso. A reunião teve fim às 12h55min.

 

Sem mais, assino esta ata, Maria do Socorro Fernandes de Carvalho.

Ações do documento