Você está aqui: Página Inicial Atas 2014 Maio - Reunião extraordinária

Maio - Reunião extraordinária

Aos nove dias do mês de maio de dois mil e quatorze, reuniram-se na sala 221 do campus provisório os professores Maria do Socorro Fernandes de Carvalho (coordenadora), Sueli Salles Fidalgo (vice-coordenadora), Fernanda Miranda da Cruz, André Luis Barros, Renata Philippov, Paulo Eduardo Ramos, Paloma Vital, Markus Lasch, Sandro Luis Silva, Álvaro Caretta, Mirhiane Abreu, Anderson Magalhães. Ausentes justificados: Lígia Ferreira, Francine Ricieri Fernandes Weiss. A reunião teve início com o informe da coordenação sobre a ocorrência de quatro indeferimentos aos pedidos de inscrição à seleção do mestrado posto que os alunos que não apresentaram documentação comprobatória de conclusão da graduação. A profa. Fernanda lembrou que à época da matrícula os alunos requerentes de recursos, já estarão com a graduação concluída. A profa. Maria afirmou que no próximo edital haverá esclarecimento quanto a esse ponto, dada a evidência de erro na escrita do Edital regulador da seleção. Sueli chamou atenção para a necessidade de observarem-se todas as fases do concurso, sendo que a primeira é a apresentação da documentação comprobatória. A profa. Renata reafirmou a necessidade de se obedecer ao Edital, que foi lido por Maria. Os indeferimentos foram aprovados pelos professores presentes. Depois a coordenadora relatou o caso da aluna que apresentou diploma de curso de tecnologia: após consulta à Câmara, que deliberou positivamente no caso; foi aprovado o pedido de inscrição da candidata. Os professores dos Estudos Linguísticos foram favoráveis ao deferimento da inscrição. Ainda quanto ao processo de seleção, a profa. Sueli lembrou os critérios para divisão dos projetos para avaliação – o formulário proposto pela profa. Fernanda. Este formulário tem por objetivo tornar a avaliação mais objetiva. Fernanda disse que buscou modelo no site da FAPESP, com as devidas adaptações que atendessem à nossa realidade. O prof. Paulo chamou a atenção para os valores de avaliação: colocar nota precisa, com objetividade. A profa. Leila lembrou a questão da metodologia e a profa. Fernanda disse que é preciso avaliar os projetos num todo. Foi informado que os projetos serão corrigidos por dois professores e, caso haja discrepância, um terceiro fará a correção. A divisão entre os professores levou em consideração a indicação feita pelo candidato no formulário de inscrição entre primeiro e segundo professores de preferência para orientação. Maria e Sueli lembraram que toda a documentação precisa ser guardada; por isso, os professores precisam devolver os projetos e as fichas para a coordenação da pós. Por e-mail, e em um primeiro momento, os professores devem enviar à coordenação somente a média final (soma das duas notas, dividida por dois). A respeito da aplicação das provas, foram definidos datas, horários e responsáveis por aplicação: no dia 26 de maio, aplicação da prova de língua estrangeira pelas professoras Maria e Renata, das 9h às 13h, nas salas 221 e 223. As áreas devem corrigir até o dia 04 de junho. Na terça, dia 10 de junho, Sandro e Maria aplicarão a prova específica na sala 221. Paulo questionou os critérios de correção e Sueli esclareceu que as áreas devem discutir os critérios. As provas serão corrigidas por dois professores, sem a identificação do candidato. As provas estarão no escaninho dos professores. As entrevistas acontecerão entre 24 e 26 de junho e o resultado final sairá em 30 de junho. Sueli lembrou que três professores comporão a banca de entrevista. Além do assunto da seleção, falou-se também no tema da presença dos professores do programa em reuniões: neste momento, as coordenadoras pediram que seja feito um esforço coletivo para aumentar a participação de todos e, por isso, solicitam que os professores participem efetivamente das atividades e do seu planejamento. Tratou-se ainda sobre os horários das disciplinas do próximo semestre letivo (2/14): Fundamentos Linguísticos (Prof. Sandro) e Fundamentos Literários (Prof. Markus), às terças-feiras, das 9 às 12h. Disciplina Eletiva: Elementos de análise do discurso (Prof. Anderson), às segundas-feiras, das 9 às 12h. Disciplina Eletiva: Questões de literatura e estética (Profa. Paloma), às segundas-feiras, das 9 às 12h. Metodologia de pesquisa (Profas. Sueli e Ligia), às quintas-feiras, das 9 às 12h. Paulo ressaltou a necessidade de reservar salas para as orientações todos os dias. Chegou-se à seguinte distribuição das salas: 3 salas para segundas, terças e duas salas para quintas-feiras. As quartas e sextas-feiras poderão ficar livres. Foi dada a resposta, levantada em reunião anterior, quanto ao programa PAEC – internalização. A bolsa deve ser dada pelo programa e não se pode escolher o destinatário da bolsa. Sendo assim, ficou decidido que, como o programa não dispõe de bolsas, não poderá oferecê-la ao PAEC neste momento. 

Ações do documento